Frutas aos Orixás - (Data: 12/03/2012)

OXALÁ =  Uva Verde - Maçã Verde – Pera – Melão – Damasco – Kiwi - Coco Verde (água e fruto)
OGUM =  Manga Espada – Carambola – Ameixa Amarela - Cajá – Cajá Mirim – Cajarana - Graviola –
OXÓSSI =  Todas as Frutas.
XANGÔ  =  Goiaba – Limão – Banana da Terra – Quiabo
OMULU  e  OBALUAYÊ =   Fruta do Conde – Romã (bem maduro) – Jenipapo – Banana da terra – Jaca – Caju – Abacaxi – Jabuticaba - Figo
YEMANJÁ =  Maçã verde – Uva Verde – Kiwi - Melão – Sapoti – Nêspera – Mangaba Jenipapo – Coco Verde (água e fruto) – Banana Prata
OXUM =  Melão – Mamão – Laranja Lima – Maracujá Doce  –  Maracujá – Caju – Guabiroba – Banana Ouro
IANSÃ =  Maçã Vermelha – Manga Rosa – Pitanga – Acerola – Jambo – Caqui – Cereja – Amora - Guabiroba
NANÃ BURUQUE =  Uvas de todas as espécies roxas – Caqui (bem maduro e molinho) Pera Roxa – Jaca – Banana da terra – Pêssego -  Tamara – Graviola – Berinjela – Melancia – Jabuticaba - Figo

EXU =   Pitanga – Cana de Açúcar

POMBOGIRA =  Morango – Maçã Vermelha – Ameixa Vermelha – Cereja - Frutas Vermelhas

Como escolher qual fruta dar a cada orixá?
Cada fruta tem seu sabor, umas mais doces, outras mais amarguinhas, e temos também as cítricas ou azedinhas. Cada uma tem sua importância numa obrigação.                                    
As mais doces trazem consigo no prato servido a doçura da vida, o esplendor de uma benção alcançada, o agradecimento doce como mel.                                                                  
Temos também as frutas que trazem nelas o elemento água, elemento vital para vida, e juntos com o doce da fruta quando ofertadas aos orixás estamos ofertando e agradecendo a nossa vida.
Temos também as frutas mais tenra, saborosas, nem duras nem moles, são frutas na maioria das vezes nem muito doce, nem azedas, são na medida do sabor equilibrado. Podemos ofertar quando desejamos equilíbrio, emocional, espiritual, equilíbrio na vida, nas palavras. Ou para agradecer, agradecer o equilíbrio da vida, o equilíbrio alcançado, algo almejado e esperado que aconteceu em sua vida.
Temos as frutas cítricas ou como dizemos as azedinhas, essas trazem consigo junto com o azedo os limites. Limites que fazem parte da nossa vida, limites que precisamos para nos mantermos vivos, limites entre o certo e o errado. Limites para não haver perdimento no caminho da vida.                                                                                                 
Temos também que levar em conta que cada fruta tem sua época, sua estação para ser colhida. Então por vezes temos uma oferenda para fazer com frutas que não é da época, e fica impossível encontra-las. Por isso temos muitas opções de frutas em diferentes épocas.
E acima de tudo devemos sentir qual fruta devemos servir ao nosso orixá, aquela que você não sabe explicar o porque mais é aquela que você quer entregar a seu orixá. Ou para os médiuns mais desenvolvidos e sensitivos que escutam de seus guias e orixás quais são as frutas a serem servidas.
Também devemos ter em mente que quando vamos fazer uma obrigação ou oferenda de  servir a todos os orixás com fruta o ideal é servir cada orixá uma fruta, uma diferente da outra. Escolha uma fruta para cada orixá. Evitando o cruzamento de linhas.

Psicografado em 27/02/2012.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Adaptações por Domi.